Voltar 

As peripécias na Vila da Ponte
 

Lá muito ao longe com o zoom no máximo da máquina fotográfica, e com a aproximação à Vila da Ponte, o meu filho fotografou a Srª das Necessidades, mas como a distância era longa ficou pouco perceptível conforme podem observar, com manchas nebulosas e falta de luminosidade.

Ora, como me estou a aproximar da minha terra, vou por uns segundos desobedecer aos controles de tráfego aéreo e descer então na aldeia, e porque não, uma tangente à minha casa...

Vamos lá pôr a minha perícia em atenção máxima, reduzir a velocidade do avião e baixar lentamente.

Parece que não há risco: baixa nebulosidade, bom alcance visual e ausência de ventos laterais.

A velocidade já baixou para os 250 à hora e vamos lá então para a aventura na Vila da Ponte, mostrar as minhas perícias ao pessoal
da minha terra e amedrontá-los um pouco com o alto ruído dos reactores e a baixa altura do avião:
E eis-me sobre os telhados de Vila da Ponte; consigo ver as pessoas assustadas a olhar cá para cima; hehehehe...

Tenho agora é monte da Borralheira em frente, e tenho de acelerar e subir bem alto para não embater neste.

Consegui o que queria.

Agora vou tentar pedir ao meu filho que me tire umas fotografias que cá de cima são bem tentadoras.

A albufeira cheia na Vila da Ponte dá uma sensação de acalmia e paz.

Vale a pena um bom investimento turístico por aqui.
Cá de cima é que vemos a realidade e a beleza de todo o espaço visível.
Vamos lá às fotos:
 
 
     
 

Já chega de fotografias à Vila da Ponte. Vou então programar nos comandos mais uma descida e desta vez a prometida tangente à minha casa. Em frente:

Que interessante: a minha casa vista cá de cima; parece tudo tão diferente.

Bem, estou a abusar das regras de segurança da aviação e vamos subir novamente. Estamos perto de Sernancelhe, e vamos lá então ver a Vila e a Srª de Ao Pé da Cruz por cima.










Entretanto enquanto faço as manobras para subir deixa-me fazer finalmente uma tangente àquele souto que estou a ver a cerca de 4 Km de distância. É uma oportunidade para um foto aos lindos soutos cá por cima:

 
Atraentes e lindas foram as fotos que tiramos em toda a bacia da Albufeira do Távora, mas agora estas densas crustas de florestas de castanheiros não ficam nada atrás.





É um verde picotado com amarelo dos ouriços, parecendo uma linda tela pintada de verduras, e saltitada de pequenos arranjos floreados de amarelo.
Quão linda a natureza vista no terreno e vista dos Céus...

   

  Voltar